Salve amigos! Esse é o Post de estréia da minha coluna “Discografia Básica”. Irei comentar aqui álbuns que me marcaram, em uma época que se ouvia álbuns, e não músicas separadas como hoje… Qual será o futuro do mercado fonográfico? Sinceramente não sei, algumas bandas já estão lançando o álbum em Download, e não mais em CD.

Neste último natal ganhei de minha noiva um livro muito bacana: 1001 discos para ouvir antes de morrer. O livro traz a crítica de álbuns de rock, pop, jazz e outros estilos.Recomendo! Pensei, e se alguém tivesse a mesma idéia, mas com discos brasileiros…Por enquanto vai ficar on line, talvez um dia eu tranforme em livro, o que acham?

1001-discos-para-puvir

 

O disco de estréia para esse primeiro post é O Passo do Lui – Os Paralamas do Sucesso:

Segundo álbum dos Paralamas lançado em 1984. O passo do Lui é um daqueles discos que tocaram quase na íntegra nas rádios da época.

Talvez eu esteja sendo injusto com o grupo, mas escolheria “O passo do Lui” como representante do trabalho dos paralamas. O disco foi gravado praticamente em trio, guitarra, baixo e bateria, tendo uma sonoridade bem crua, às vezes com muita modéstia aparece uma “cama” como chamamos aquele “tecladinho” de fundo…

As faixas: Por mais que tenha criado essa coluna para que as pessoas procurem ouvir os álbuns que vou comentar aqui no blog, neste estão várias músicas de sucesso da banda, quem nunca ouviu “Meu erro” ?Não ouviu? Tem certeza? Então coloca no youtube “Meu erro – os paralamas do sucesso”.

o-passo-do-lui

O Passo do Lui – Os Paralamas do Sucesso – 1984

  1. “Óculos” (Herbert Vianna)

Que baterista dos anos 80 não tentou tocar “óculos”, alguns até escutaram e quiseram ser bateristas só pra fazer essas viradas feitas com tanta técnica e energia.

  1. “Meu erro” (Herbert Vianna)

Até hoje ela toca em festas, banda de pop/rock que se preze toca. Talvez seja o maior hit dos Paralamas.

  1. “Fui eu” (Herbert Vianna)
  2. “Romance ideal” (Martim Cardoso, Herbert Vianna)

O romantismo desde então fez parte das letras de Herbert Vianna, note como a música tem guitarra, baixo e bateria.Direta e reta!

  1. “Ska” (Herbert Vianna)

Foi o primeiro “Ska” que ouvi, um ritmo que lembrava o reggae, só que rapidinho.

  1. “Mensagem de amor” (Herbert Vianna)

Um rock sem distorcer as guitarras, exceto pelo solo, mais uma vez o trio mostra eficiência.

  1. “Me liga” (Herbert Vianna)

Volta o tema romântico no disco, uma balada clássica dos paralamas.

  1. “Assaltaram a gramática” (Lulu Santos, Waly Salomão)
  2. “Menino e menina” (Herbert Vianna)
  3. “O passo do Lui” (Herbert Vianna)